Seleção do Mano

O treinador da seleção brasileira, Mano Menezes, fez a convocação para o jogo amistoso contra a Escócia, que vai acontecer no dia 27. Aqui, a lista na íntegra:

Goleiros:
Julio César (Inter de Milão)
Jefferson (Botafogo)
Victor (Grêmio)

Laterais:
Daniel Alves (Barcelona)
Maicon (Inter de Milão)
André Santos (Fenerbahçe)
Marcelo (Real Madrid)

Zagueiros:
Thiago Silva (Milan)
David Luiz (Chelsea)
Luisão (Benfica)
Lúcio (Inter de Milão)

Volantes:
Lucas (Liverpool)
Ramires (Chelsea)
Sandro (Tottenham)
Henrique (Cruzeiro)

Meias:
Elias (Atlético de Madri)
Elano (Santos)
Renato Augusto (Bayer Leverkusen)
Jadson (Shakhtar Donetsk)
Lucas (São Paulo)

Atacantes:
Alexandre Pato (Milan)
Nilmar (Villarreal)
Neymar (Santos)
Jonas (Valencia)

A lista é uma grande surpresa! Para mim, uma surpresa boa! Temos a volta de jogadores que participaram da Copa do Mundo 2010 (Lúcio, Maicon e Elano) e novidades como Henrique, volante do Cruzeiro, Jonas, atacante ex-Grêmio e atualmente no Valencia da Espanha, e do meia do São Paulo, Lucas, destque da seleção brasileira na conquista do Sul-Americano Sub-20, além da volta de Neymar.

O zagueiro Lúcio, o lateral-direito, Maicon e o meia Elano voltam a seleção.

Essa convocação com certeza tem uma grande divisão de opiniões entre os torcedores brasileiros. Uma parte (na qual eu me incluo) gostou muito da convocação, mas outra parte não gostou porque não quer jogadores mais experientes, só quer os mais jovens ou então não querem vestígios da seleção do Dunga.

Eu gosto porque ao mesmo tempo em que sou a favor da introdução de jogadores mais jovens, de mais velocidade, mais dispostos, com mais pique e habilidade, também sou a favor da mescla, da mistura entre esses e jogadores mais experientes na seleção brasileira. E nessa medida que o Mano misturou está perfeito. Esses jogadores mais experientes só têm a acrescentar à seleção e aos jogadores jovens, dando também mais consistência ao time.

A ausência do goleiro Fábio, do Cruzeiro, do Hernanes, do Robinho e a convocação de Elano, Lucas e Jonas são pontos que eu quero destacar.

A seleção brasileira está muito bem servida de goleiros, tem vários jogadores de muita qualidade nessa posição, dentre eles podemos citar alguns destaques: Victor, do Grêmio, Jéfferson, do Botafogo, Júlio César, da Internazionale de Milão, Fábio, do Cruzeiro e Diego Alves, do Almería. Portanto os que o Mano chamar estão bons. É um problema muito grande, é muito difícil convocar goleiros para a seleção brasileira, mas é um problema bom, que todo treinador gostaria de ter, com tantos jogadores excelentes para a posição. Nesta convocação eu chamaria para a posição o goleiro Júlio César, pois está voltando ao seu melhor nível depois da chegada do técnico brasileiro Leonardo ao comando da Internazionale e ele é um dos pontos bons da seleção do Dunga; chamaria o Diego Alves, do Almería, que é um jogador que se destaca no seu “pequeno” clube, um goleiro que mechama muito a atenção, além de ser jovem; acho que seria um bom teste. E por fim chamaria o Fábio, pois se encontra em grande fase, é um goleiro que está sempre bem, um jogador constante, sem altos e baixos (inclusive, sua “não convocação” foi muito contestada e discutida pelos torcedores brasileiros, principalmente os cruzeirenses). Desta forma eu testaria novos goleiros na “era Mano”.

Quanto ao Robinho, o técnico da seleção brasileira só não o convocou para não prejudicar o time dele que estava disputando UEFA Champions League e na primeira posição do campeonato italiano, para poupá-lo, mas disse que conta com ele para a Copa América. A questão é; O Robinho tem, hoje, futebol para jogar na seleção? Para mim, não. Eu acho que o Robinho é um jogador instável, que deixa muito a desejar, e que não um jogador que tem futebol, hoje, para tirar a vaga de um jogador como o Jonas, Nilmar ou até mesmo o atacante do Porto, Hulk, que dessa vez não foi convocado. O Robinho é o caso de um jogador “quase”. O Robinho é um jogador que não correspondeu às expectativas colocados sobre ele, ou até mesmo às que ele próprio colocou sobre si. Ele foi para a Europa com expectativas de que seria o melhor do mundo, e aí  não deu. Hoje, com 27 anos, não acredito que tenha mais chances disso acontecer. No Santos, entre 2002 e 2004 ele foi brilhante, foi onde apresentou o seu melhor futebol, aí foi pro Real Madrid, foi bem também, não tanto coo no Santos, mas foi bem. Depois foi pro Manchester City, sendo a contratação mais cara do clube até então e… Nada, foi péssimo. Na segunda passagem pelo Santos, em 2010, ele foi campeão do Paulistão e da Copa do Brasil, mas foi “só” bem, normal, um coadjuvante do Neymar e do Paulo Hnerique Ganso. E agora no Milan ele está “só” bem, de novo. É um jogador bom? Sim, claro. No início era o cara das pedaladas, das jogadas de efeito, a promessa do futebol alegre e ofensivo, mas não deslanchou. Por outro lado, hoje, ele está mais maduro tecnicamente e conformado com sua “mediocridade”.

O Elano vem jogando muito bem no Santos, inclusive fazendo muitos gols, e acho que merece neste momento uma segunda chance para mostrar seu bom futebol.

O Jonas, atacante ex-Grêmio e atualmente no Valência, foi um grande acerto do Mano. Eu acho que é o cara que veio para substituir o Robinho na seleção. Não técnicamente, mas sim para preencher a vaga dele, pois é um jogador de estilo totalmente diferente do Robinho, mas que tem muita qualidade e vive uma fase excelente. Ele merece essa chance.

Nomes como os meio-campistas Jadson, do Shaktar Donetsk, Renato Augusto, do Bayern Leverkusen, e o Luisão, do Benfica, eu não gostei. Mas acho que o Kaká, quando voltar à sua melhor forma, e o Ganso, quando voltar a jogar, ocuparão as vagas desses meio-campistas e que aqui mesmo no Brasil temos zagueiros melhores do que o Luisão. E também acho que o Hernanes pode voltar à seleção no lugar no Henrique.

Eu gostei muito da convocação, apesar dos nomes citados no parágrafo anterior. Acho que a escalação titular para o amistoso contra a Escócia será: Júlio César; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Lucas, Sandro, Elano e Lucas; Neymar e Pato. É apenas um “chute”, pois pode ser que o Mano queria testar o Maicon no lugar do Dani Alves, o que eu acho improvável, pode ser que o Ramires seja titular e não o Lucas, e pode ser que o Renato Augusto seja titular no lugar do Elano. Porém, na minha opinião, a minha escalação é a melhor possível para essa convocação.

~ por Raphael Mariano de Souza 7 em 10/03/2011.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: