Pré-Semi-Final-da-Libertadores

Pela Copa Libertadores, o Inter de Porto Alegre pega o São Paulo no Morumbi, com uma vantagem de ter ganhado o primeiro jogo por 1 a 0. Pode não parecer uma grande vantagem, mas numa competição como a Libertadores, extremizando, é uma goleada. O time de Porto Alegre se classifica com qualquer empate e com qualquer derrota por 1 gol de diferença a partir de 2 a 1; e com uma derrota por 1 a 0, o jogo será decidido nos pênaltis. O São Paulo tem que vencer por 2 gols de diferença para se classificar para a final do torneio de forma direta, sem cobrança de pênaltis. Será o jogo da vida para o goleiro Renan, do Inter, o jogo para ele mostrar a fim de que ele veio para o Brasil. Eu, particularmente, o acho um excelente goleiro, jovem e um bom nome, um bom candidato à seleção brasileira. E hoje, ele agarra melhor do que o Rogério Ceni, pois o Rogério já é um goleiro em final de carreira e tudo mais, porém ele é um bom jogador, um jogador muito experiente, principalmente na Libertadores, e não se pode subestimá-lo. Ele pode até decidir a partida; numa bola parada por exemplo.

Vai ser um baita jogo! O São Paulo vai ter que ir pra cima pra fazer gol, sem se descuidar na defesa, para reverter a situação em que entrou e se classificar à final. Só que contra um time tão completo tanto defensivamente como ofensivamente isso é difícil, mas o time paulista vai ter que se arriscar e expor mais o time, e se não fizer um gol no primeiro tempo vai ser tenso. Se o tempo de jogo marcar uns 20 minutos do segundo tempo então, e o placar estiver zerado, vai bater um desespero muito grande, o que vai tornar o jogo muito tenso, com um clima muito pesado. E esse nervosismo é muito ruin para o São Paulo. Portanto o time tem a obrigação de adotar uma postura totalmente diferente da que adotou no primeiro jogo. Indo para o ataque, como deve ir, o São Paulo vai abrir caminho para o Inter atuar no contra-ataque. E com a excelente qualidade dos jogadores que tem, o Inter deve aplicar um contra-ataque avassalador. Eu acho que, de início, o time sulista não vai querer segurar a vantagem, mas sim ampliá-la. Portanto deve aplicar uma retranca “contra-ataquista” e ir pra cima do São Paulo para tentar marcar um gol no primeiro tempo e não tomar nenhum, assim, matando a partida. E mesmo que não consiga marcar no primeiro tempo, o Inter vai utilizar, então, a mesma postura nos segundo tempo, sempre com o objetivo de matar a partida. Se conseguir marcar, aí sim o Inter vai se fechar e tentar segurar o resultado. E se quiser se classificar, o São Paulo não pode tomar gol de forma alguma, em nenhuma hipótese. A principal arma do time paulista, no entanto, deve ser a bola parada, principalmente com Hernanes, Rogério Ceni e Ricardo Oliveira nas cobranças de falta, pênalti e escanteios, e o Fernandão para garantir o time nas bolas lançadas dentro da área; ele que é um jogador forte fisicamente e alto. Uma coisa que dá esperança ao São Paulo também, é o histórico recente de jogos contra o Inter no Morumbi. O tricolor paulista venceu os últimos 4 confrontos contra o colorado no Morumbi, sempre sem levar gols. 2 a 0 em 2006, 1 a 0 em 2007, 3 a 0 em 2008 e 1 a 0 em 2009.

O técnico do colorado, Celso Roth, não faz mistério quanto a escalação do Inter, que deve ser um 4-4-2 com: Renan; Nei, Bolívar e Índio, Kléber; Sandro, Guiñazu, Tinga e D’Alessandro; Taison e Alecsandro. No banco, o técnico tem como opções o goleiro Pato Abbondanzieri, o zagueiro Fabiano Eller, o lateral Juan, os volantes Glaydison e Wilson Matias, os meias Giuliano e Andrezinho e os atacantes Rafael Sóbis e Everton.

O técnico do tricolor, Ricardo Gomes, tem feito mistério, mas ele revelou que vai para o jogo contra o Inter com 3 atacantes. O esquema deve ser um 4-3-1-2 com: Rogério Ceni; Jean, Alex Silva e Miranda, Júnior César; Rodrigo Souto, Cléber Santana e Hernanes; Fernandão; Dagoberto e Ricardo Oliveira.

Não percam esse jogo, nesta quinta-feira, dia 05/08, às 21:50h.

Obs: O Chivas do México, time que venceu La Ú e se classificou para a final da Libertadores, declarou que se vencer a Copa Libertadores não irá ao mundial, portanto o time que se classificar para a final, entre São Paulo e Inter, automaticamente irá ao mundial.

Giuliano comemorando o gol que fez quando entrou no segundo tempo do primeiro jogo entre Inter e São Paulo e colocou o time colorado em vantagem.

~ por Raphael Mariano de Souza 7 em 04/08/2010.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: