Tudo junto e misturado

Me desculpem prezados leitores, por não postar há algum tempinho e ter deixado de fazer a análise da copa. Então esse post vai ser misturado. Eu vou falar sobre os melhores jogos, mesmo que de rodadas diferente e dias diferentes e ainda vou fazer uma pequena análise da primeira rodada da copa.

França x México: França perdeu de 2 a 0 pro México, no início da segunda rodada da copa e se classifica pras fases finais da copa apenas por um milagre. Foi uma grande zebra. A França, que se classificou para a copa com uma “mãozinha” de Thierry Henry, parece que está sendo castigada pelo que fez com a pobre Irlanda. Jogou muito mal, assim como vem jogando ultimamente. Muito difícil a sua passagem para a próxima fase. O México humilhou o time europeu.

Uruguai x África do Sul: O Uruguai se colocou no primeiro lugar do grupo após a vitória por 3 a 0 sobre os Bafana. O Uruguai ganhou com folga e com direito a show do atacante Forlán, do Atlético de Madrid. O atacante fez 2 gols. Um golaço, encobrindo o goleiro africano com uma ajudinha da trave, e outro de pênalti. O Uruguai vem mostrando que é um time muito forte e que vai dar trabalho para as grandes seleções. É uma das seleções surpresas da copa.

Argentina x Coréia do Sul: Argetina enfiou pela guela do time asiático um 4 a 1 amargo. A Argentina abriu o placar com um gol contra bizarro; após um cruzamento, atacante argentino raspou a cabeça na bola, dando a impressão de que tinha acertado em cheio, aí o zagueiro coreano ficou parado e a bola bateu na canela dele e entrou. Os outros três gols foram feitos pelo homem do jogo, Gonzalo Higuaín. Que não é dos mais habilidosos, mas que, como provou, sabe fazer gols. Eu particularmente prefiro Carlitos Tévez, mas é o Maradona que escolhe os seus jogadores, e sua escolha deu certo. A Argentina dominou o jogo todo e Messi jogou muito bem. A seleção de Maradona mostrou que não vai ser na copa, o que foi nas eliminatórias, e agora é uma das favoritas da copa.

Grécia x Nigéria: 2 a 1 de virada a favor da seleção grega. Eu apostava na Nigéria, mas infelizmente não deu pro time africano. A Nigéria perdeu a partida quando estava ganhando de 1 a 0 e teve um jogador expulso no primeiro tempo; o jogador agrediu o adversário grego e foi imprudente, beócio. A Grécia empatou numa bola chutada de fora da área que desviou no zagueiro nigeriano e matou o goleiro Eneyama, que se a bola não tivesse desviado certamente teria segurado-a. O gol da virada veio depois de uma falha do goleiro nigeriano, que após forte chute, defendeu mas deixou a bola escapar, e sobrou para o atacante grego empurrar pro fundo das redes. Apesar da falha no segundo gol, o goleiro Eneyama, na minha opinião, foi o melhor jogador da partida; fez defesas brilhantes, assim como tinha feito no jogo contra a Argentina, e se mostrou a revelação da copa até agora. A Nigéria ainda teve sua chance clara de empatar, mas desperdiçou.

Holanda x Dinamarca: Bom jogo. A Holanda ganhou sem dificuldades a Dinamarca por 2 a 0, com um gol contra e outro de Kuyt. Jogou parecido com a Alemanha. Atenção para a Holanda, afinal, foi a seleção com melhor campanha nas eliminatórias e pra mim está no grupo das favoritas à conquistar a copa.

Japão x Camarões: A seleção de Camarões decepcionou e perdeu de 1 a o para o Japão. O jogo foi equilibrado e quem esperava muito do atacante camaronês Samuel Eto’o, que joga na Inter de Milão, (como eu) se decepcionou. A questão é que ele jogou mais no meio campo, como armador, do que como atacante. O Eto’o é um atacante habilidoso e matador, completo, um nada típico atacante de área, que foi como ele jogou no Barcelona, na melhor fase de sua carreira e como joga hoje na Inter.

Itália x Parguai: Outra zebra! Paraguai 2, Itália 0. O Paraguai dominou o jogo e se mostrou no mesmo nível que a tetracampeã Itália. Não tenho mais o que falar desse jogo. Não gostei, mas não foi por causa do resultado, e sim porque o jogo não foi bom.

Alemanha x Sérvia: Zebrassa! E o que eu falei se mostrou certo. Eu falei, depois da vitória linda da Alemanha de 4 a o sobre a Austrália, que as pessoas estavam exaltando muito a Alemanha e que ela estava muito badalada, mas que ela tinha que ser testada, pois contra a Austrália até meu time de pelada mete 4 a 0. Eis que eu avisei, a Sérvia venceu a seleção germanica por 1 a 0. Jogou fechado, fez o gol e segurou.

EUA x Eslovenia: Foi um jogo muito bom, muito divertido de se ver. Equlibrado no primeiro tempo, Eslovenia fez 2 gols. No segundo tempo os EUA foram muito superiores e conseguiram empatar, 2 a 2. Depois houve um gol mau anulado; o volante Bradley (dos EUA) estava em posição legal, fez o gol, mas o juíz marcou impedimento. Era para ser vitória dos EUA, em uma virada espetacular.

Holanda x Japão: 1 a 0 para a Holanda e um jogo equilibrado nas estatísticas. A Holanda ganhou na posse de bola, com 61%, e o Japão ganhou nas chegadas ao gol, com 17 chutes e 10 na direção do gol contra 13 chutes da Holanda e 9 no gol. A Holanda foi melhor, porém “a laranja foi muito mecânica”. Teve atuação sem criatividade, devendo muito aos torcedores e devendo um título e um futebol ofensivo e criativo à Laranja Mecânica ou Carrocel Hoalandês. Seu principal atacante e jogador, Arjen Robben, ainda se recupera de lesão e não jogou; que pena para os holandeses, pois é um dos melhores jogadores do mundo hoje. Neste caso sobrou para o excelente meia da Inter de Milão, Wesley Sneijder, marcar o gol da vitória, com uma pancada e falha do goleiro japonês. A seleção holandesa é muito boa, está com um pé e meio cravados na segunda fase, porém ainda precisa encontrar seu melhor futebol e também reencontrar seu melhor jogador, Arjen Roben, para ver se dá uma boa ajuda ao time.

Inglaterra x Argélia: Esse eu não vou comentar muito. Jogo horrível! 0 a 0 e jogo apagado, Inglaterra, que chegou como uma das favoritas, decepcionou. Pra mim foi zebra.

Espanha x Suíça: A maior zebra da copa! A seleção espanhola, que é favorita à conquista da copa, perdeu de 1 a 0 para a inexpressiva Suíça. O jogo foi muito bom, a Suíça jogou contra a Espanha da mesma forma que a Coréia do Norte jogou contra o Brasil (próximo jogo a ser analisado) e assim como a Sérvia jogou contra a Alemanha; fechadinha no campo de defesa, retrancada e se baseando no contra-ataque. A Espanha jogou melhor, teve 63% de posse de bola e 24 finalizações contra 8 da seleção suíça. Teve mais oportunidades de gol, porém não soube aproveitar. A defesa da Suíça teve boa atuação e o goleiro também. O gol da Suíça surgiu num contra-ataque e num erro da defesa espanhola. Com um buraco na defesa e depois de falha ridícula do zagueiro Piqué, que poderia ter tirado a bola de dentro da área, a bola sobrou para jogador suíço estufar as redes.

Brasil x Coréia do Norte: 2 a 1 a favor do Brasil. Resultado nada satisfatório. A seleção pentacampeã ganhou com um placar magrinho da, provavelmente, pior seleção da copa. A seleção brasileira jogou livre e solta, com toda a posse de bola, porém não soube aproveitar no primeiro tempo; jogou mal na primeira etapa. Robinho foi o destaque do primeiro tempo, era o único que estava se esforçando e até conseguiu uma pedalada seguida de caneta e passe para Kaká dentro da área, que não soube aproveitar a chance. A seleção norte-coreana jogou totalmente fechada e com 11 jogadores na defesa, quando um jogador brasileiro tinha a posse de bola vinham três marcadores coreanos pra cima do jogador; os jogadores brasileiros foram extremamente sufocados pelos norte-coreanos. O Brasil errou muito na armação das jogadas e estava trabalhando muito mal a bola. No segundo tempo a seleção brasileira jogou melhor, voltou fazendo boa troca de passes, trabalhando bem a bola e conseguindo, finalmente, criar espaços na defesa coreana. Fez dois gols e levou um. E só no final do jogo o Dunga fez alterações. Ele tinha que ter colocado jogadores de mais qualidade técnica no intervalo do jogo. Na minha opinião ele tinha que tirar Elano e colocar Dani Alves e tirar Felipe Melo e colocar Ramires como titulares da seleção. Júlio César não trabalhou e o gol da Coréia foi culpa do Lúcio. Elano, Kaká, Gilberto Silva, Felipe Melo e Luís Fabiano jogaram muito mal. Elano, apesar do gol, teve atuação apagada. Kaká não fez nada; está curado da lesão e não tem desculpa. Gilberto Silva nem teve seu nome falado. Felipe Melo errou muito saída de bola, passe e chute, como sempre. E Luís Fabiano concretizou sua má fase e jejum de gols, errou um gol claro e teve atuação apagada. Maicon foi o autor do outro gol da seleção brasileira, na verdade um golaço; a curva que ele botou na bola foi de matar o goleiro, que achou que o lateral-direito iria cruzar a bola. A seleção precisa fazer mais, porém não foi ruin. Os melhores jogadores da partida e da seleção brasileira foram Robinho, Michel Bastos e Maicon.

Análise geral:

A copa está num nível muito bom. A maioria dos placares está magrinho. As grandes zebras foram a da Espanha, França, Itália e Inglaterra; a Espanha deve se recuperar na segunda rodada, porém a situação da França e da Itália são mais complicadas. A França está numa fase horrível e só se classifica para a segunda fase por milagre e a Itália está com um time de velhos, lerdo. O melhor jogo da primeira fase foi o da Alemanha e o melhor jogador foi o goleiro da Nigéria, Eneyama.

E me desculpem novamente pela demora do post.

Brasil, vamos pra cima!

~ por Raphael Mariano de Souza 7 em 19/06/2010.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: